d26b0516416576ff7b5dc0dbede1bbd1.jpg

OS RELIGIOSOS GOSTAM DE ATIRAR PEDRAS

As pessoas acabam ficando com uma impressão errada da Igreja, por causa de atitudes que nada têm a ver com os ensinamentos de Jesus. É muita cobrança e, o pior, nem sempre são cobranças fundamentadas nas Escrituras. Em alguns casos o que se cobra são regras estabelecidas pelo homem, normalmente baseadas nos costumes e no tradicionalismo religioso. Sim; os "religiosos" gostam de ATIRAR PEDRAS nos outros. Isso não é cristianismo.

Você já deve saber que Jesus Cristo foi perseguido e CRUCIFICADO pelos religiosos judeus, que se sentiam donos da verdade. O judaísmo era, obviamente, muito forte naquela época (continua sendo hoje). Eles acreditavam que a salvação viria DO CUMPRIMENTO DA LEI e das TRADIÇÕES JUDAICAS. Para eles SOMENTE OS JUDEUS seriam salvos, se cumprissem a Lei e as Tradições. Mas mensagem que Jesus pregou acabou chocando aqueles religiosos, porque era focada no amor e na misericórdia. Ele se assentava com os pecadores e comia com eles; Jesus manifestava sua empatia com a fraqueza das pessoas e as amava, a despeito dessas fraquezas. Esta foi a principal razão dele ter sido tão perseguido pelos "religiosos" de sua época.

Xiiii... UMA MULHER FOI APANHADA EM FLAGRANTE ADULTÉRIO

"Os escribas e fariseus (religiosos) trouxeram até ele uma mulher surpreendida em adultério. Forçaram-na a ficar em pé NO MEIO DE TODOS (os religiosos gostam de agir assim) e disseram a ele: Mestre, esta mulher foi apanhada em flagrante ato de adultério. Assim sendo, Moisés, NA LEI, nos mandou que tais mulheres SEJAM APEDREJADAS. Todavia, tu, que dizes a este respeito?" (João 8:3-5).

Foi então que Jesus disse aquela famosa frase: "AQUELE QUE ESTIVER SEM PECADO ALGUM, ATIRE A PRIMEIRA PEDRA". 

Esse evento chama a atenção porque demonstra claramente a diferença entre as DUAS ALIANÇAS: Velho Testamento e Novo Testamento. No Velho Pacto aquela mulher deveria ser APEDREJADA, mas Jesus veio inaugurar um novo tempo: a NOVA ALIANÇA. Aquele rigor na cobrança do cumprimento à Lei já não fazia mais sentido e Jesus deixou isso bem claro quando perdoou aquela mulher pecadora. Ele disse: 

"Onde estão os que a acusavam? Ao que ela respondeu: Ninguém me condenou; eles se foram. Então Jesus respondeu: EU TAMPOUCO LHE CONDENO; VAI E NÃO PEQUES MAIS".

Entenda uma coisa importante: PECADO É PECADO e nos afasta dos propósitos de Deus. O pecado nos traz consequências devastadoras. Recebemos o perdão do Senhor pela GRAÇA, MEDIANTE A FÉ. Mas as consequências dos pecados que cometemos são inevitáveis. Então, não se deve imaginar que podemos pecar a vontade, porque vivemos na GRAÇA. Isso seria uma incoerência. Mas é certo que o Evangelho de Cristo é amor, misericórdia, compaixão e perdão. O Senhor sabe que não seremos capazes de cumprir toda a Lei; ele sabe que vamos tropeçar, mesmo quando estivermos focados na perfeição. E mesmo caindo, ele nos ama, nos abraça, nos perdoa e nos põe de pé.

Home