e91778d441f8ed704cd3ab22b40480a7.jpg

 O PLANO DE SALVAÇÃO CRIADO POR DEUS

Desde que Adão e Eva pecaram e foram expulsos do Éden, Deus planejou salvar a raça humana. Sabemos que o homem foi criado à imagem e semelhança do Altíssimo; Deus não teria qualquer prazer na destruição da humanidade.

No Antigo Testamento foram feitas diversas ALIANÇAS (pactos) com o homem e com os israelitas, mas todas essas aliança falharam. Essas falhas, obviamente, não vieram do Senhor, mas DO HOMEM. Ninguém foi capaz de cumprir a Lei de Deus. 

Veja o que a Bíblia diz a respeito:

"Porquanto, aquilo que A LEI FORA INCAPAZ DE REALIZAR por estar enfraquecida PELA NATUREZA PECAMINOSA, Deus o fez enviando seu próprio Filho, à semelhança do ser humano pecador, como oferta pelo pecado. E, assim, condenou o pecado na carne" (Romanos 8:3)

Uma aliança exige que ambas as partes cumpram o que foi combinado; a humanidade NÃO FOI CAPAZ de cumprir sua parte e QUEBROU A ALIANÇA. Deus fez a parte dele, dando livramentos, curando e abençoando pessoas, mas os humanos não foram capazes de cumprir a Lei de Deus.

Foi nesse quadro que, finalmente, Deus estabeleceu seu PLANO DE SALVAÇÃO. Ele enviaria alguém puro, santo, sem qualquer erro ou pecado, para PAGAR O PREÇO DOS NOSSOS PECADOS. Era o que a própria Lei de Deus exigia: DERRAMAMENTO DE SANGUE.

"De fato, segundo a Lei, quase todas as coisas são purificadas com sangue, e sem derramamento de sangue não há perdão" (Hebreus 9:22).
 

O que perdoa pecados é DERRAMAMENTO DE SANGUE. Esta é uma regra estabelecida por Deus e não temos condições de entendê-la; simplesmente OBEDECEMOS. É o sangue que apaga os pecados. Por esta razão, nos tempos passados, os israelitas sacrificavam cordeiros e os ofereciam seu sangue para remissão de seus pecados. Aí você começa a entender melhor quando João Batista vê Jesus Cristo chegando e anuncia: ESTE É O CORDEIRO DE DEUS, QUE TIRA O PECADO DO MUNDO (João 1:29).

O Plano de Salvação que Deus estabeleceu é tremendamente simples: Ele enviou seu Filho para morrer em nosso lugar, pagando o preço que a Lei exigia pelo pecado. Depois determinou o seguinte: "TODO O QUE NELE CRER SERÁ SALVO". Pronto; se cremos somos salvos, mesmo não merecendo nada de Deus.

Olha o que Jesus disse:

"Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho Unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. Portanto, Deus enviou o seu Filho ao mundo não para condenar o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por meio dele. Quem nele crê NÃO É CONDENADO; mas quem não crê JÁ ESTÁ CONDENADO, porque não acreditou no Nome do Filho unigênito de Deus" (João 3:16-18).

ENTENDENDO O PLANO QUE DEUS CRIOU

Todos pecaram e foram destituídos da presença do Pai. Por esta razão todos foram trazidos à condição de PECADORES e, por conseguinte, NÃO PODIAM ENTRAR NA PRESENÇA DO CRIADOR. Então, Deus enviou seu Filho Jesus Cristo para morrer naquela cruz, em Jerusalém, PAGANDO O PREÇO QUE A LEI EXIGIA PELO PECADO. A partir daí, todos os que se tornam seus DISCÍPULOS, são automaticamente remidos e salvos.

Home